Experiência com a corretora MyCAP

Em artigos anteriores, comentei sobre os critérios para a escolha da corretora. Como o objetivo deste site é compartilhar experiências, vou comentar um pouco sobre a experiência que tive com a MyCAP e porque pretendo solicitar a transferência de custódia.

Como investir na bolsa?

Conforme exposto em outros artigos, resolvi retomar os investimentos em renda variável depois de adquirir maior embasamento técnico e conceitual. Não queria e nem poderia voltar a incorrer nos mesmos erros do passado, pois paguei caro pelo aprendizado (literalmente).

Voltei a investir em ações em DEZ de 2014, aos poucos e com maior cautela. Seguindo uma estratégia de B&H e visando o longo prazo, mantenho o foco em uma carteira de investimentos “principal” (ações e FIIs) na corretora Gradual. No momento, é nela que concentro meus esforços para formação de patrimônio. Tenho consciência de que o caminho é longo, mas estou bastante satisfeito com os resultados. Vou escrever um pouco mais sobre isto no decorrer do tempo.

Alguns meses depois, decidi trabalhar com uma segunda carteira, completamente separada, onde o volume em dinheiro aplicado é inferior e com MAIOR exposição a risco (Small Caps) – não recomendo para quem estiver começando. Optei pela corretora MyCAP em função dos custos envolvidos e serviço “Imposto de Renda Fácil“. Assim, abri uma “conta Flex” (permite escolher dois serviços do “Plano Especial“): corretagem fixa de R$ 10,00 (ISS de 2%) e opções “Imposto de Renda Fácil” e “Taxa de custódia fixa“. E ainda ganhei uma semana de corretagem gratuita. A primeira impressão foi boa, claro!

Nos dois casos, os custos de corretagem são bastante semelhantes.

Foi uma oportunidade para avaliar outra corretora (além da Gradual), dividir a administração das carteiras (uma delas com capital alocado a risco) e ainda simplificar o trabalho de apuração do Imposto de Renda (tende ser trabalhoso). Parecia “perfeito”, MAS… (risos)

Não demorou muito e percebi uma pequena instabilidade no Home Broker da MyCAP. Apesar disto, não fiquei muito incomodado porque eu operava pouco por ela e por contar com o serviço Imposto de Renda Fácil – sem isto, teria que recorrer a Calculadora de IR (do Bússola do Investidor) ou ao sistema IrpfBolsa.

Em razão do que foi dito, preferi não mudar nada (até então).

Aderi ao serviço “Imposto de Renda Fácil” em 15 de MAR de 2015. Logo, utilizei o sistema pela primeira vez no ano passado. Cadastrei as notas de corretagem da Gradual e o sistema funcionou conforme o previsto, sem qualquer complicação. Estava satisfeito com o “serviço disponibilizado”.

Mas, havia uma pegadinha escondida para o ano seguinte (depois da data de adesão). O sistema da corretora fixou a data de adesão como limite para o “lançamento de notas de corretagem”. A partir desta data, o sistema passa a calcular apenas as operações efetuadas pela MyCAP e não aceita cadastrar notas de corretagem com data superior.

Em breve vocês entenderão as razões reais!

Quando percebi o problema, entrei em contato com a corretora. A justificativa, de tão descabida, chegava a irritar. Argumentaram se tratar de uma medida de “segurança” para ambas as partes. Fiquei admirado: “Como assim? É apenas para cálculo de IR“. Bastante conveniente, pois “antes da data de adesão não havia problema”, tanto é que cadastrei as notas da Gradual referentes a DEZ/2014. O sistema foi desenhado para isto (as opções existem). No meu entendimento, como analista de suporte, o comportamento do sistema é de uma regra de negócio definida estrategicamente pela corretora. Não é um limite de sistema ou critério de segurança.

Se o objetivo foi induzir a transferência de custódia, conseguiram… vou tirar de lá! 😉

No final, adquiri licença para dois anos de uso da aplicação IrpfBolsa – excelente relação custo x benefício. A aplicação também permite analisar detalhadamente a evolução da carteira. Vale à pena.

Ainda não decidi para qual corretora farei a transferência de custódia. Mas, compartilharei!

12 thoughts on “Experiência com a corretora MyCAP

  1. Saí da corretora MY CAP, é simplesmente horrível, a mais lenta do mercado, não funciona, não conecta. Eles operam desonestamente, desligam tua ordem e colocam ordem pela mesa e cobram corretagens astronomicamente maiores. De r$ 5.00 reais me cobraram R$ 197.99 em uma única corretagem. E tem mais prá fazer a transferência para outra corretora tive que Fazer reclamação com, CVM, BOVESPA, BACEN, NÃO queriam transferir ficaram enrolando. TŌ FORA DA MYCAP, NUNCA MAIS.

    • Infelizmente, a minha experiência com a corretora também não tem sido boa. Ainda não fiz a transferência de custódia, mas pretendo fazer até o mês de dezembro.

  2. Pingback: Como investir na bolsa? |

  3. Pior HB que já operei
    Sem recursos nenhum, HB ultrapassado, arcaico. HORRÍVEL, INSUPORTÁVEL . Empresa mentirosa, qua enrola o cliente, não dá para acreditar o que promete, pois, não cumpre. Acho que está falindo. Um dias desses atrás estava a venda.

  4. Opero pela Mycap, sem dúvidas um dos melhores HB.. Todas as corretoras tem problemas, porém, eles tem um custo maravilhoso, o HB é de fácil entendimento… Recomendo a MyCAP

    • É uma questão de gosto pessoal mesmo.
      Se lhe agrada, é o que importa.

      Fiquei muito incomodado com alguns acontecimentos, conforme comentei. O HB da Gradual me agrada mais, apesar de apresentar uma pequena desvantagem no custo da operação (diferença pequena) – chega a compensar! Por esta razão, pretendo manter a carteira da Gradual. Mas, estou estudando uma transferência de custódia da MyCAP para Rico até o mês de dezembro. Se eu confirmar que o ambiente da Rico é superior e mais vantajoso, vou repensar minha condição na Gradual também (tentando negociar antes).

    • Atualmente eu opero na MyCAP e tenho sido muito bem atendido e o HB é de facil entendimento mesmo.. Eu tbm uso a serviço de IR Fácil e pelo que me falaram a data limite para carregar as notas de outra corretora é a de adesão a ferramenta mesmo, isso por questões de contrato de serviço. Na vdd o objetivo da corretora é oferecer a ferramenta para auxilio de suas operações lá e te incentivar a manter suas operações na corretora.
      Até entendo, imagina só você opera na Gradual, por exemplo, paga corretagem lá e vai pra MyCAP apurar resultados. rs. É meio injusto né?
      Por enquanto não tenho do que reclamar, mas gostei de ler sua experiencia.

      • Legal Daniel,

        Desde o ano passado, migrei toda minha carteira para a Modalmais. Não dá para negar que o dashboard principal deles é fraquinho, mas gosto bastante do serviço prestado, e o Home Broker deles me atende perfeitamente. Estou bastante satisfeito.

        Ainda bem que também migrei da Gradual, pois parece que a corretora andou aprontando:
        https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/04/presidente-e-diretor-da-corretora-gradual-sao-presos-em-operacao-da-pf.shtml

        Em relação a calculadora de IR da MyCAP, não acho que seja injusto porque eu operava pelas duas corretoras mensalmente (mantendo duas carteiras com perfis diferentes – não faço mais isto). A MyCAP não me ofereceu alternativa alguma. A conversa procedeu da forma como descrevi. Poderiam habilitar uma cobrança adicional para utilização “irrestrita” então, por exemplo. O que não dava era ter um sistema que permitia apurar em uma corretora e procurar outro sistema para apurar da outra. Seria muito trampo (sem lógica) e tornaria a avaliação ainda mais trabalhosa.

        Como não estava muito satisfeito com o HB deles, aproveitei para assinar o plano de dois anos do IRPFBolsa (já conhecia, e estou até hoje) e migrei tudo para uma única corretora.

        Na minha opinião a MyCAP é uma corretora com padrão bastante comum no mercado brasileiro. Só fiquei irritado porque as desculpas que me deram foram irritantes (risos). Faz parte. O mercado conta com inúmeras opções e podemos operar pela que mais nos agrada – varia de pessoa para pessoa.

  5. Pingback: Resultado do mês de Novembro (2016) |

  6. Pingback: Transferência de custódia |

  7. Pingback: Corretoras: Experiências e critérios de escolha |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *