Resultado do mês de dezembro (2017)

Mais um ano está encerrando, repleto de acontecimentos que sacudiram o país. As turbulências foram constantes no decorrer do tempo e há fortes indícios que seja ainda maior no próximo (em função das eleições). Mas, não posso reclamar. Pessoalmente, considero que foi um ano de grandes realizações, oportunidades e aprendizado. Sem muitas delongas, vamos aos resultados.

Em relação ao cenário político-econômico, não há muita novidade. A Reforma da Previdência ainda encontra bastante resistência e a previsão é que seja votada até o dia 19 de fevereiro. Mesmo após aprovar a Reforma Trabalhista, a avaliação de novembro surpreendeu negativamente, fechando com apenas 12.292 vagas formais – considero que ainda é muito cedo para avaliar a eficiência das mudanças. E, aproveitando o assunto (risos), o Governo recuou e editou uma nova portaria sobre trabalho escravo. Aliás, também encerramos o mês com o pedido de demissão do Ministro do Trabalho (Ronaldo Nogueira).

Inúmeros indicadores econômicos sinalizam que o país está mudando sua trajetória de forma positiva, porém, no meu entendimento, o índice de inflação divulgado parece NÃO refletir a realidade, pois está muito distante da realidade de preços de energia, alimentação e combustível (por exemplo). Estranho, não?

Confiram os principais números e acontecimentos sacudiram o país e o mundo:

Coisas bizarras também aconteceram… (risos)

Quando achei que não haveria mais espaço para surpresas, eis que surge o seguinte projeto de lei (totalmente esdrúxulo):

Para variar um pouco, o Bitcoin continua fazendo barulho (algo excelente para especuladores). Há poucos dias, após sofrer ataque Hacker, uma corretora sul-coreana declarou falência. No dia seguinte, um novo ataque foi noticiado. Vale lembrar que a moeda é naturalmente volátil. Mas, depois destes acontecimentos, a cotação caiu bruscamente. Pouco tempo depois, para aumentar um pouco mais o estresse, a Coreia do Sul divulgou que considera proibir transações com criptomoedas. Sinceramente, tenho visto muito investidor assumindo posição de torcedor ou apostador (não costuma terminar bem). Seja qual for a escolha, faça de forma consciente (não fique torcendo).

Felizmente, não fui surpreendido por imprevistos e ainda contei excelentes dividendos.

Finalmente, receberei o primeiro pagamento do Google AdSense (U$ 109,00). Confesso que fiquei um pouco confuso no momento de preencher os dados para transferência eletrônica (é internacional). É preciso informar os códigos IBAN (Número Internacional da Conta Bancária) e SWIFT (Identificação Internacional do Banco). Não fui até a agência para obter os números; ao invés disto, utilizei o aplicativo “Ajuda com IBAN ou SWIFT/BIC“. Ainda não recebi porque leva aproximadamente 5 dias úteis para concretizar a transferência.

Quanto aos investimentos…

O movimento financeiro deste mês foi excelente (talvez o melhor do ano), porém decidi encerrar minha posição no trade que fiz com opções da Petrobras (PETRA85). Não fui muito feliz com o momento que escolhi para montar a posição, e acabei fazendo três trades para diminuir o prejuízo (-9,30%) – deu trabalho (risos). Faz parte, não há como acertar todas. Ainda assim, o resultado mensal superou MUITO minhas expectativas.

Recebi proventos de ITUB3, BBAS3, ABEV3, EZTEC3, BRCR11 (0,471%), FCFL11 (0,485%), PQDP11 (0,410%), KNRI11 (0,548%), RNGO11 (0,559%), SAAG11 (0,637%), GGRC11 (0,697%), MXRF11 (0,613%), KNCR11 (0,618%), HGRE11 (0,621%) e FIGS11 (0,902%). Com a redução da taxa de juros, o desempenho dos FIIs vem apresentando maior atratividade e um ótimo desempenho. A princípio, o “pior” resultado continua sendo do fundo PQDP11, mas isto se deve a expressiva valorização de suas cotas. Decidi exercer o direito/preferência de subscrição, do fundo GGRC11, na proporção de 1/4 do total de cotas que tenho. O rendimento mensal da carteira foi excelente, reforçado com o pagamento de dividendos e JCP de ITUB3, BBAS3, ABEV3 e EZTC3 (FOI O MAIOR DO ANO – Presentão de NATAL de EZTEC3).

Com o rendimento da própria carteira, somado ao capital que me prontifico separar para investir mensalmente, comprei mais ações ou cotas de ITSA3, HYPE3, EZTC3, CRFB3, ABEV3, BRCR11, RNGO11, FCFL11, SAAG11 e GGRC11. O aporte mais expressivo foi para o fundo FCFL11 e o menor para BRCR11. Levando em consideração o dividendo generoso da EZTEC, o segundo maior aporte foi para EZTC3. Nos demais, a distribuição foi bastante equilibrada. Como pude contar com fontes de renda alternativa, rendimentos mais expressivos e 1/3 salário, aproveitei para reforçar diferentes posições.

Confiram a distribuição dos ativos, segundo o portal CEI (NÃO inclui o Fundo DI):

A composição atual ficou assim (gráfico do IrpfBolsa):

Vale lembrar que o gráfico acima representa uma distribuição baseada no custo de aquisição, não no valor de mercado“.

Para demonstrar mais detalhadamente a “evolução” da carteira, compartilharei o resultado do ganho por ativo (em relação ao preço médio):

Papel Preço médio Preço mercado % Setor
ABEV3 18,70 21,40 14,39 Consumo não Cíclico
BBAS3 18,64 32,03 71,80 Financeiro e Outros
BBSE3 27,69 28,38 2,49 Financeiro e Outros
BRCR11 99,74 105,77 6,04 Financeiro e Outros
CRFB3 15,38 15,05 -2,21 Consumo não Cíclico
EZTC3 15,05 21,46 42,54 Construção e Transporte
FCFL11 1607,05 2202,72 37,07 Financeiro e Outros
FIGS11 74,58 91,45 22,61 Financeiro e Outros
GGRC11 122,13 132,00 8,08 Financeiro e Outros
GRND3 20,27 28,50 40,58 Consumo Cíclico
HGRE11 1380,40 1449,00 4,97 Financeiro e Outros
HYPE3 33,03 36,70 11,09 Consumo não Cíclico
ITSA3 8,36 10,55 26,12 Financeiro e Outros
ITUB3 26,84 37,47 39,56 Financeiro e Outros
KNCR11 110,81 102,89 -7,15 Financeiro e Outros
KNRI11 144,01 162,99 13,18 Financeiro e Outros
MXRF11 9,65 9,54 -1,15 Financeiro e Outros
PETR3 9,35 16,76 79,06 Petróleo, Gás e Biocomb
PQDP11 1335,59 3195,99 139,17 Financeiro e Outros
RNGO11 83,90 92,59 10,35 Financeiro e Outros
SAAG11 119,47 127,22 6,48 Financeiro e Outros

Alterações da carteira:
ENCERREI posições em: “FVBI11, TRXL11, EDGA11, AGRO3, FESA4, PTBL3, CARD3 e IVVB11“;
INICIEI posições (como holder) em: “FIGS11, GGRC11, CRFB3 e HYPE3

Conforme exposto em apurações anteriores, fiz um pequeno experimento com um Fundo Multimercado do Banco Bradesco, mas encerrei a posição após o Banco mudar as regras do fundo.

Em um ano, a evolução da carteira de renda variável (incluindo os aportes mensais) foi de 61,90%. Comparado com o ano anterior, o fechamento de dezembro foi ainda mais expressivo. Apesar de tantas turbulências, a performance foi excelente e superou minhas expectativas.

Continuo extremamente SATISFEITO. No entanto, vale ressaltar que é preciso ter consciência que, no curto prazo, oscilações são naturais e esperadas (com movimentos de repique, por exemplo). Dentro de uma tendência de alta, os papeis não se movimentam em linha reta. E prepare-se, o ano de 2018 promete (risos)!

Estou apenas demonstrando o potencial de crescimento, isto não é recomendação de investimento.

5 thoughts on “Resultado do mês de dezembro (2017)

  1. Caro betolj! Além de TI, investidor, blogueiro, agora virou youtuber! Eita! Você quer dominar o mundo assim kkk!

    Vou copiar algumas das suas FIIs kkk

    Não sei se você sabe, mas para receber dinheiro do adsense, existe o Banco Rendimento. É bem simples! Lógico, eles cobram uma taxa para isso…

    Abraços!

    • Bacana Toyota,

      Aproveitei as férias para fazer alguns experimentos, e o youtube foi um deles! rsrsrs
      É uma experiência interessante, mas tem sido bastante trabalhoso produzir os vídeos. Ainda assim, estou curtindo! kkk

      Estou bastante satisfeito com o resultado da carteira – alguns fundos são excelentes.

      Essa do Banco Rendimento eu não sabia. Depois vou buscar maiores informações sobre o assunto. Você tem conta nele?
      Abração!

  2. Olá vi em outro post que estava fazendo uma experiência com a modal mais. Gostaria de saber se ficou nela ou se está operando por outra corretora e qual seria. Obrigada.

    • Olá Kellen,

      Continuei operando pela Modal sim, e estou bastante satisfeito.
      Por enquanto não há cobrança de taxa de custódia, a corretagem para ações e opções é de R$ 2,49 (por ordem) e isento para FIIs (fundos imobiliários).

      Veja como é o Home Broker (demonstrei uma pequena operação de compra):

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *