Faz sentido investir, mesmo sem saber se haverá um amanhã?

É comum ouvir questionamentos quanto as vantagens reais de se investir, pois não sabemos se estaremos vivos amanhã. Deixaremos o dinheiro para quem? Costuma ser um pensamento bastante comum entre pessoas que não investem. A não ser que você acredite ser capaz de adivinhar o futuro, não há muito o que fazer (tempo de vida). Mas, na dúvida, devemos, ao menos, nos programar para conquistar um padrão de vida mais tranquilo, confortável e saudável (dentro do possível).

Sim, não sabemos o que será do amanhã. Ainda assim, todos nós esperamos por dias melhores, não é mesmo?
É evidente que sim.

Parece inacreditável, mas não importa o seu padrão de vida atual, nem o salário. Quem não adquirir o hábito de poupar e investir ganhando pouco, dificilmente investirá ganhando muito. O importante é o hábito que você conquista ao longo da vida. O esforço será proporcional a sua evolução e diminuirá com o passar dos anos. Quanto mais acumular, maior será o retorno e menor o esforço. Talvez até sofra pequenas restrições no início (normal), porém estará cada vez mais próximo da liberdade financeira (não tem preço – só vivenciando).

Discutir desigualdade é perda de tempo e não muda a realidade de ninguém. Apesar de existir fatores, muitas vezes incontroláveis, e que realmente influenciam em nossa trajetória, não é a riqueza financeira ou salário que estabelece o valor do que somos capazes de produzir ou destacar. Não seja apenas mais um conformado pelas circunstâncias. Busque um diferencial (para agregar valor), e não justificativas para evolução de terceiros. Concentre-se e invista primeiro em VOCẼ mesmo. O resto é balela.

O que está em jogo não é apenas o enriquecimento, mas a busca pela LIBERDADE FINANCEIRA! 😉

Encare este assunto com desdenho, e NUNCA saberá o significado de liberdade financeira.

Não é consumindo cada vez mais que enriquecemos. Mas, é através do processo de enriquecimento que podemos consumir mais (sem impactar negativamente na qualidade de vida)“.

É muito bom poder fazer a viagem dos sonhos, claro… melhor ainda é fazer “o que quiser” por muitos anos (repetidas vezes) sem trabalhar apenas para pagar conta, por necessidade ou obrigação. Este é o significado de liberdade. Só depende de nós.

Difícil é romper o primeiro obstáculo: “deixar de seguir a manada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *