Porque empresas podem fazer dívidas, e você não?

Há poucas semanas, comecei a selecionar alguns vídeos que tratam como analisar o balanço de uma empresa, com toda teoria e prática envolvida. Mas, não publiquei ainda por falta de tempo e porque resolvi priorizar e produzir outros conteúdos de maior “relevância no mês”, como o IRPF (postagem anterior).

O texto, a seguir, foi extraído da fanpage do Bastter e servirá como base para acompanhar o que será tratado nos vídeos que selecionei e, em breve, compartilharei também.

Porque empresas podem fazer dívidas, e você não?

– Para compreender as diferenças, é importante conhecer os conceitos:
ATIVOS: Bens e direitos em seu poder que podem trazer benefícios futuros;
BENS: Ativos em seu poder (normalmente são ativos);
DESPESAS: Desembolsos e pagamentos (implica normalmente em diminuição dos bens, dos ativos);
DIREITOS: Bens seus em poder de terceiros;
OBRIGAÇÕES: Bens de terceiros em seu poder;
PASSIVOS: Obrigações que deverão ser liquidadas no futuro com desembolso de ativos;
RECEITAS: Recebimentos (implica normalmente em aumento dos bens, dos ativos);
PATRIMÔNIO LIQUIDO: ATIVOS – PASSIVOS (subtração).

– Quando uma pessoa física faz uma dívida para comprar um BEM, muitas vezes é um PASSIVO que vai trazer mais DESPESAS. Exemplo: Carro. Trará mais despesas e perda de capital, pois o carro perde valor com o tempo.  Neste caso, as despesas serão crescentes, impondo também custos de manutenção.

– Quando uma empresa faz uma dívida para comprar um BEM, muitas vezes é um ATIVO que trará mais RECEITAS. Exemplo: Uma máquina. A máquina aumentará a produção da empresa e trará receitas suficientes para pagar a dívida e ainda sobrar uma quantidade que aumentará os lucros.

Logo, é possível concluir que:

1. A DÍVIDA de uma pessoa física não produz ATIVOS que compensem o aumento dos PASSIVOS, levando a perda de PATRIMÔNIO.

2. A DÍVIDA de uma empresa tende a produzir ATIVOS que compensem o aumento dos PASSIVOS, levando a aumento do PATRIMÔNIO LÍQUIDO, se a gestão for boa e a divida equilibrada (com baixa alavancagem).

Portanto, só compre o que você precisa, com o dinheiro que você tem. Não é gastar muito que te faz rico, é ser rico que te permite gastar muito. O sucesso depende de estudo, trabalho e poupança. Não existe atalho.

3 thoughts on “Porque empresas podem fazer dívidas, e você não?

  1. Pingback: Comprar casa é para otário? |

  2. Pingback: Educação financeira: Fuja das dívidas |

  3. Pingback: Vale a pena investir para pagar dívidas? |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *