Checklist de 11 critérios para selecionar uma ação

Ao colocar a leitura do “facebook em dia”, neste feriado (7 de Setembro), me deparei com um link interessante, que exibe um checklist de 11 critérios para selecionar boas ações. Mas, cabe aqui um adendo: quando digo colocar a “leitura em dia”, me refiro a um intervalo de tempo curto (até 15 min), pois o tempo é muito precioso.

O checklist é baseado em métricas fundamentalistas que permitem selecionar ações de boas empresas, minimizando assim o risco de investir em “empresas ruins”. São critérios praticamento obrigatórios para adeptos de BH (Buy and Hold), visto que se trata de um investimento de longo prazo. Seria muito arriscado segurar, por muito tempo, papeis de empresas com nível de endividamento crescente, por exemplo.

O exemplo foi baseado na avaliação da Petrobras.

Diante dos últimos acontecimentos, não é muito difícil prever qual será o resultado para a maioria dos critérios. É negativo, claro. Basta acompanhar o noticiário. Neste momento, você deve estar se perguntando porque então escolhi “Trade” em PETR4 e “BH” em PETR3

No Trade, o mais importante é o volume de negócios (preferencialmente alto) e a “capacidade de prever” movimentos repetitivos (tendências e reversões) – por análise técnica (gráficos). Quanto maior o volume, mais preciso será o resultado estatístico. Neste quesito, os papéis da Petrobras se encaixam muito bem. Desde que tenhamos uma boa estratégia. Logo, não ficarei com PETR4 por muito tempo. Estou apenas aguardando uma sinalização gráfica.

Mas, conforme dito anteriormente, farei também BH em PETR3. Neste caso, pretendo segurar os papéis por alguns anos. A empresa responde sozinha por mais de 5% da economia (tem influência direta sobre o PIB) e o governo é o seu maior acionista – é o sócio majoritário, com 50,26%. Ainda estou aprimorando meus conhecimentos, mas vejo que esta é uma análise bastante complicada. O fato do governo ser o maior acionista é uma grande desvantagem e vantagem, ao mesmo tempo. Se não fosse isto, a empresa dificilmente teria chance de sair do vermelho, pois carrega consigo a maior dívida do mundo (acima de 400 bilhões). Não tem como negar que chegou neste ponto por culpa do próprio governo. Mas, as coisas estão mudando. Hoje a empresa está sob foco mundial e suas últimas medidas tem apresentado resultado positivo. Tanto é que apresentou FCL (Fluxo de Caixa Livre) positivo pela primeira vez, desde 2007. Então, optei por PETR3 apostando em uma recuperação de médio prazo. Por isto, considero como um caso a parte e que vale apena arriscar uma pequena parcela do capital. O que não se deve fazer é colocar todo dinheiro em um único ativo.

Procure diversificar. Para fazer isto, o checklist lhe ajudará muito.
http://www.guiainvest.com.br/lp/checklist-automatico-para-avaliacao-de-acoes/

One thought on “Checklist de 11 critérios para selecionar uma ação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *